Você está aqui: Página Inicial / Sobre a Câmara / Notícias / Comissão aciona empresas para debater cabeamentos

Comissão aciona empresas para debater cabeamentos

por Diretoria de Comunicação publicado 10/08/2018 17h25, última modificação 13/08/2018 12h29

O Vereador Roger Viegas solicitou através da Comissão de Justiça Legislação e Redação da Câmara Municipal de Divinópolis uma reunião que foi realizada na tarde desta sexta-feira (10) para discutir a situação da fiação nos postes de energia da cidade, além dos prejuízos relacionados com o cabeamento das prestadoras de serviços de telefone, internet e energia elétrica.

Estiveram presentes os Vereadores Ademir Silva, Sargento Elton, Janete Aparecida e os representantes da KPL, Viacel, Petrarca, Cemig, Settrans, da Procuradoria e também da Gerência de Iluminação da Prefeitura Municipal de Divinópolis. O primeiro a se manifestar foi o prestador de serviços da KPL que relatou ter recebido uma sequência de e-mails de reclamações na área da telefonia, além das demais reclamações nos setores de cabeamento de internet, iluminação e TV a cabo.

O representante da Viacel, Rondinelli Reis, contou que já entrou com ações judiciais por causa dos prejuízos que a empresa tem sofrido com os recorrentes cortes em seu cabeamento, possivelmente ocasionados pela empresa concorrente (Vivo - Grupo Telefônica no Brasil). “Esta situação esta arranhando a imagem da nossa empresa, além dos cancelamentos feitos pelos clientes insatisfeitos com os corte dos fios”, disse Rondinelle Reis.

 

 Situação sob avaliação

Grace Kelly representante da empresa Petrarca Internet também fez coro dizendo que os funcionários da “Vivo” já cortaram por diversas vezes o cabeamento da empresa Petrarca, e ainda houve situação em que ainda utilizou os cabos como sonda. Aproveitando o gancho, Diego Alexandre funcionário da KPL ainda lembrou que além de cortados, os cabos também desaparecem e são furtados, e a empresa ainda tem que substituir os equipamentos. “O critério de trabalho deles é sem lei, e sem técnica nenhuma, não se identificam com uniformes, não tem plotagem da empresa nos veículos e este fato dos cabos cortados tem acontecido na cidade inteira”, frisou.

Os representantes da Procuradoria da Prefeitura disseram que o setor está avaliando toda a documentação das denuncias para caso seja necessário entrar com multa e processo contra a empresa que está cometendo os prejuízos citados. Já com relação a autorização que a Settrans libera para a empresa fazer o fechamento da via pública, foi entre os meses de abril à junho, e já está vencida a documentação. A Gerente de Iluminação da Prefeitura, Vanessa da Silva Oliveira destacou que comunicou a Cemig e repassou também para a Procuradoria, porém ressaltou: “não apenas a Vivo deve ser notificada, mas todas devem ser notificadas sobre o ocorrido”.

Sargento Elton aproveitou para lembrar a todos da aprovação do projeto que corresponsabiliza as empresas pela retirada e alinhamento dos fios em desuso e desordenados nos postes de energia elétrica do município. O representante da Cemig afirmou que cada empresa de telefonia é responsável pela retirada dos seus fios em desuso. E caso isso não ocorra a empresa é notificada pela Cemig.

 Ao fim da reunião foi solicitado que toda documentação e fotos sejam enviadas ao Ministério Público para agilizar as providências relacionadas a estas reclamações. O Vereador Roger Viegas afirmou que seu gabinete está empenhado a trazer soluções para essa situação o quanto antes, seja através de audiência pública ou CPI caso não cesse o corte dos fios das empresas.

 

 



Texto: Liziane Ricardo                    Fotos: Cristina Gontijo