Você está aqui: Página Inicial / Sobre a Câmara / Notícias / Novo Secretário de Saúde se apresenta para Vereadores

Novo Secretário de Saúde se apresenta para Vereadores

por Diretoria de Comunicação publicado 22/02/2018 15h15, última modificação 22/02/2018 15h18
Amarildo entregou uma cópia do Plano Municipal de Saúde para cada parlamentar
Novo Secretário de Saúde se apresenta para Vereadores

Onze vereadores receberam o novo Secretário de Saúde

O novo Secretário Municipal de Saúde, Amarildo Sousa que foi nomeado pela Prefeitura Municipal de Divinópolis na última terça-feira, esteve na tarde de hoje (22) na Câmara Municipal para se apresentar aos 17 Vereadores e entregar o Plano Municipal de Saúde que deverá ser seguido pela equipe da Semusa.

O secretário foi recebido pelos Vereadores: Adair Otaviano, Janete Aparecida, Josafá Anderson, Renato Ferreira, Zé Luiz da Farmácia, Sargento Elton, Marcos Vinícius, Ademir Silva, Nêgo do Buritis, Raimundo Nonato e César Tarzan.

 

Na ocasião Amarildo Sousa fez algumas pontuações junto aos questionamentos dos parlamentares com relação a UPA – Padre Roberto. “Vamos fazer um levantamento dos leitos no município para verificar as condições de atendimento da unidade de saúde e posteriormente vamos agendar uma reunião com o superintendente da UPA, Geraldinho da Saúde para que possamos priorizar a atenção primária, traçar estratégias quanto ao atraso nos pagamentos dos profissionais e buscar soluções para o bom atendimento da população.

Amarildo Sousa - Secretário de Saúde 22-02-2018


COLETIVA DE IMPRENSA

Durante coletiva de imprensa, o secretário frisou a atual situação financeira da saúde no município e a falta de repasses. “Hoje estamos com 16 meses de atrasos nos recursos estaduais para UPA [Unidade de Pronto Atendimento], com atrasos de outros somam um total de R$ 50 milhões, o que drena os recursos municipais, pois os programas não podem ser interrompidos’’ explicou.

De acordo com Amarildo, não há uma possibilidade de fechamento ou greve na UPA. “O atraso do pagamento dos funcionários não é uma situação exclusiva da UPA, passamos por isso na prefeitura como um todo, o chefe do executivo já está atento a regulamentação, será feito o pagamento de todos. Houve uma conversa com toda a equipe e não há risco de greve neste momento, também não há a possibilidade de fechamento da UPA, pois ela é custeada por três esferas (federal, estadual e municipal) e também será feita uma licitação para a captação de nova empresa para gerir o local e faremos uma transição tranquila”, afirmou.

O secretário falou também sobre a necessidade de priorizar a atenção primária do município. “Como primeira medida, vamos visitar as unidades de saúde e fazer um diagnóstico sobre a situação da atenção básica de Divinópolis. O momento não é de alarde para a população em relação à saúde do município. Tudo que puder ser feito para melhorar a saúde no município será feito, estamos abertos ao diálogo para uma melhor solução” contou.

Amarildo respondeu ainda perguntas em relação à situação do lixo hospitalar no município e sobre a construção do Hospital Regional. “Nós vamos tratar o lixo hospitalar, da maneira correta e de forma regulada. Em relação à construção do Hospital Regional, nós não temos previsão para o término da obra, mas é importante lembrar que uma fez que comece a funcionar, vamos conseguir otimizar mais nosso trabalho”, destacou.
O antigo secretário, Rogério Barbieri, ficou no cargo por um ano e foi exonerado a pedido, por motivos pessoais.

 

Texto e Fotos: Liziane Ricardo                                              Fonte de Informações: Assessoria de Comunicação da Prefeitura