Você está aqui: Página Inicial / Sobre a Câmara / Notícias / Prestação de contas do 2º quadrimestre da Semusa

Prestação de contas do 2º quadrimestre da Semusa

por Diretoria de Comunicação — publicado 16/10/2017 16h50, última modificação 05/12/2017 14h01
Prestação de contas do 2º quadrimestre da Semusa

Prestação de contas SEMUSA

Os técnicos da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) estiveram na tarde desta quarta-feira (11) na Câmara Municipal de Divinópolis para apresentar a prestação de contas da órgão responsável pelos serviço de saúde no município. A apresentação contou com a presença dos Vereadores: Renato Ferreira, Raimundo Nonato, Zé Luiz da Farmácia, Josafá Anderson, Roger Viegas, Ademir Silva, Nêgo do Buriti, Dr. Delano, Sargento Elton, César Tarzan, Cleitinho Azevedo, Eduardo print Jr, Adair Otaviano e Janete Aparecida.

As apresentações foram subdividas conforme os setores da Semusa: Atenção Primaria, Urgência e Emergência, Epidemiologia, Vigilância em Saúde e Saúde Mental. No caso da Vigilância Sanitária foi ressaltado a importância de conscientizar a população neste período chuvoso para que não proliferem os casos epidemiológicos. “Num parâmetro geral precisamos mobilizar a população de não acumular água em suas residências, não acumulem entulhos em lotes, lixos, e principalmente que sigam as datas das campanhas de vacinação, pois é a forma mais viável de nos proteger de doenças”, frisou Janice de Oliveira Soares.

Um dos pontos mais abordados por Janice Soares foi também a respeito do LIRAa – Levantamento Rápido do Índice de Infestação por Aedes aegypti que aponta 93,48% dos focos em residências. “A população precisa fazer a sua parte quanto a prevenção para não proliferar este mosquito. Já das vistorias realizadas pelo setor constatou-se que neste quadrimestre 153 empresas foram fechadas no município o que demonstra uma preocupação econômica para o município.

No âmbito da saúde mental a demanda também está alta e já seria necessário adequar mais uma unidade do Caps II considerando que Divinópolis com 230 mil habitantes e com um Caps Ad e um Caps III não está suportando o número de atendimentos apontado no quadrimestre de 35.416 pessoas atendidas no setor da saúde mental.

Ao longo da apresentação o Presidente da Comissão de Saúde – Renato Ferreira concedeu a palavra aos colegas de parlamento para as perguntas, entre várias questões a mais recorrente foi quanto em dinheiro está sendo aplicado na saúde do município. E de acordo com os dados técnicos apresentados o percentual obrigatório é de 151% porém hoje o município aplica 23% da receita na saúde, porém ainda há dívidas à serem saldadas. Dos repasses para Unidade de Pronto Atendimento (UPA-Padre Roberto) foi enviado R$ 9.161.353,55 no período de janeiro à agosto de 2017, já para a Santa Casa de Formiga que é a entidade gestora da UPA foram repassados R$1,4% milhão no mesmo período.

Os gráficos apresentados pelos técnicos apontaram que os setores que mais teve despesas neste quadrimestre foram a Assistência Ambulatorial e Hospital que gastou R$ 85.057.885,11. Ao todo já foram gastos com saúde em Divinópolis R$ 131.489.388,00 de Janeiro à Agosto e conforme o orçamento anual estimada para o ano de 2017 a previsão é de que sejam repassados R$252.805.906,00 até dezembro.

registrado em: , ,