Você está aqui: Página Inicial / Sobre a Câmara / Notícias / Servidores negam envolvimento com a CPI

Servidores negam envolvimento com a CPI

por Diretoria de Comunicação publicado 13/09/2018 17h16, última modificação 13/09/2018 17h16
Investigações são prorrogadas por mais 60 dias

Os dois servidores municipais que foram ouvidos na tarde da quarta-feira (12) na CPI dos Áudios, que apura as possíveis irregularidades cometidas pelo Executivo Municipal, negaram em seus depoimentos ter qualquer tipo de envolvimento com a investigação.

 

O primeiro a prestar depoimento foi o o Diretor de Comunicação da Prefeitura – Evandro Araújo, e a oitiva foi iniciada pelo Presidente Ademir Silva que deliberou os questionamentos aos colegas da Comissão, porém o relator Renato Ferreira e o Vereador Raimundo Nonato não tinham perguntas para fazer ao depoente.


A inquisição então, ficou por conta do Vereador Edson Sousa que indagou Evandro Araújo se ele teria enviado mensagens de WhatsApp a respeito da minuta de Decreto de nomeação do senhor Marcelo Máximo de Morais Fernandes, para o jornalista Geraldo Passos no dia 23 de abril de 2018. “Não mandei nenhuma mensagem”, disse o depoente. O Vereador também indagou como o Diretor de Comunicação ficou sabendo do Decreto, e Evandro respondeu: “Fiquei sabendo através dos órgãos de imprensa. Esse tipo de informação é relacionada à Secretaria de Administração, e não passam pela Diretoria de Comunicação. Então, nós não lidamos com esse tipo de informação”. Sobre a possibilidade de ter sido sondado a respeito da contratação de Marcelo Máximo, Evandro Araújo também negou ter conhecimento, assim como também não conversou e não ligou para os envolvidos Geraldo Passos e Marcelo Máximo.

 

Já a Publicitária e Gerente de Marketing da Prefeitura - Sandra dos Santos Passos, casada com o jornalista Geraldo Passos, explicou para o relator Renato Ferreira como ocorreu sua nomeação e os tramites para que ela acontecesse. “Eu vi no Portal da transparência que havia a vaga de Gerente de Marketing, então solicitei uma agenda com o Prefeito Galileu para apresentar a ele o meu Portfólio” explicou Sandra. A respeito de já ser íntima do investigado, o Prefeito Galileu, Sandra afirmou que o conhecia apenas pela história de homem público dos mandatos anteriores, e que chegou a conhecê-lo pessoalmente durante um projeto dentro das festividades de 100 anos da cidade em 2012.


O fato de Sandra Passos ser esposa do jornalista Geraldo Passos, um dos envolvidos na investigação, a Publicitária informou aos membros da Comissão que não tem ligação nenhuma com o site Divinews, e muito menos com as matérias nele veiculadas. “Eu sou apenas esposa do Geraldo Passos, quanto ao conteúdo do site não tenho nada haver, inclusive já transferi o domínio do site para o nome do Geraldo, pois nem me recordo porque nós o colocamos em meu nome na época. Mas garanto que desde quando entrei para a Prefeitura não tive mais nem esta, que era a minha única ligação com site”, frisou Sandra Passos.


Ao final dos depoimentos, o Vereador Edson Sousa, anunciou que já protocolou o pedido de prorrogação da CPI por mais 60 dias, devido a Comissão estar esperando uma resposta da Justiça com relação a quebra de sigilo telefônico dos envolvidos na investigação.



Texto: Liziane Ricardo                                       Foto: Helena Cristina